Nossos movimentos em Cuiabá|MT

O Movimento Ecochic foi lançado em São Paulo, em abril de 2012, na Vila Madalena, em uma manhã especial ao som da harpa de Cely Rodrigues, com a presença encantadora e ilustre do Ronaldo Fraga, com quem papeamos sobre sua história, trajetória e a cultura popular brasileira.
Logo no nosso segundo evento, tivemos a imensa alegria de receber Ana Carla Fonseca Cainha, com quem trocamos ideias e aprendemos mais sobre Economia Criativa – um dos princípios do nosso trabalho.
De 2012 até agora, nesse pequeno grande tempo, realizamos muitos encontros, festas, desfiles, exposições de arte e fotografias, mostras, concursos, performances de moda, shows musicais, apresentações de djs, de teatro, flash mobs, distribuição de brindes, coquetéis naturais e orgânicos, oficinas, conversas criativas, lançamentos,(entre outras ações como bicicletada e mapeamento de árvores), que tiveram a participação de centenas de pessoas talentosas,  – novos nomes ou reconhecidos internacionalmente -, e apoios e parcerias incríveis. De verdade.
Nosso intuito sempre foi – e é – [re]conhecer e divulgar os criadores de moda autoral brasileira, buscando saber quem são, onde estão, quantos são, e o que produzem os nossos talentos.


No final de 2012 em São Paulo, realizamos um pocket desfile de criações de 10 grandes designers da Paraíba, desfiladas por uma equipe de modelos profissionais produzidas pela Natura da Oscar Freire, que teve um resultado luxuoso, também com repercussão em mídia nacional.
E foi justamente essa rica experiência de trazer representantes do cenário fashion da Paraíba, que nos deu a certeza de que nossa equipe é que deveria ir até os cantos encantadores desse nosso amado País encontrar os criadores, para preservar suas raízes e dar apoio afetivo [e efetivo] às suas iniciativas. Nasceu então a versão itinerante do Movimento Ecochic.

paraiba
Pocket desfile “Paraíba sim senhor”

Seguindo todos os nossos conceitos, o lançamento dessa nova fase não poderia ser diferente, e foi exatamente como planejamos: fora do eixo Rio-São Paulo, no dia 07 de abril de 2016 em Cuiabá, capital do Mato Grosso, uma cidade forte e linda, onde conhecemos muitos talentos criativos, e uma cena cultural ativa, com os quais pudemos ter os nossos desejos compartilhados.
Foi uma noite de festa o nosso lançamento, regado a “tchá co bolo” (expressão típica sobre o tradicional bolo de queijo e chá cuiabano), que teve início com a performance da cantora de música popular Deize Águena, cantando à capela a música “Pra Terra”, composta por Mauricio Detoni.


Como é de nosso costume, homenageamos a cultura popular local, e em Cuiabá, um dos homenageados foi o artista plástico João Sebastião, falecido há pouco, cujo deixou um legado muito representativo de valorização da identidade cultural regional.

b5 homenagem ao artista jo+úo sebasti+úo
Cantinho-homenagem ao artista João Sebastião

Seguindo com a homenagem à cidade e região, tivemos a honra de receber para um bate papo sobre a cultura popular mato-grossense, Maurim Rodrigues, historiador, professor, mestre e escritor, que nos deu detalhes sobre a origem histórica e a preciosidade do trabalho da comunidade de Redeiras de Limpo Grande, que produzem as famosas redes cuiabanas há 200 anos, se utilizando da técnica manual Lavrado – uma espécie de tecelagem bordada.

Com uma ambientação conceitual bacanérrima, objetos vintages típicos, e “cantinhos” dedicados aos homenageados (Cuiabá, Redeiras de Limpo Grande e o artista João Sebastião) a instalação coletiva que apresentou o resultado da Oficina Ecochic de reaproveitamento de tecidos e fios, comprovou o sucesso da proposta dessa oficina, que aconteceu entre os dias 28/03 e 01/04, no Espaço Magnólia, mesmo local da festa.

u - Obra do artista Hugo Alberto
Entre as alunas da oficina que aceitaram o desafio de Mônica Horta e mostraram os seus trabalhos, se utilizando das técnicas aprendidas na Oficina Ecochic esteve Bianca Poppi – designer de moda e sua jaqueta jeans, proprietária do Brechó da Poppi, a quem agradecemos muitíssimo pela atuação competente como colaboradora em todas as ações do Movimento em Cuiabá, inclusive na produção dessa instalação.

bianca (3)
Bianca Poppi e sua jaqueta trabalhada com várias técnicas que aprendeu na Oficica Ecochic

Seguindo a tradição do Movimento Ecochic de unir arte e moda, a nossa instalação coletiva contou com a participação especial da criação do artista Hugo Alberto – uma pintura à mão feita ao vivo durante uma conversa criativa que tivemos (mais uma ação do Movimento em Cuiabá) em um vestido de brechó.

hugo alberto 1
Hugo com sua obra vestível pintada a vivo

Durante a festa rolou também a entrega de certificados de conclusão da Oficina Ecochic, com a presença do Rafael Mazeto, Coordenador de Desenvolvimento da Economia Criativa na Secretaria Estadual de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso.

b3 - 2
Rafael Mazeto, o responsável pela articulação da Ecoconomia Criativa no Mato Grosso, entregando um Certificado Ecochic

Nossa festa ainda foi carinhosamente registrada pela ilustradora e designer de moda Camila Pasinato, que focou o seu olhar na instalação coletiva da Oficina Ecochic

a ilustradora Camila Pasitano, e o resultado da sua cobertura da nossa festa
Eu e Camila com o resultado da sua cobertura ilustrada da nossa festa, celebrando o ótimo feito à mão pelas participantes da Oficina

Vale muito lembrar que o publicitário, produtor artístico e hairstylist Alexandre Cervi foi um colaborador incrível, que fez grande diferença nas ações do Movimento Ecochic em Cuiabá.

13001040_1717602621855218_5553170253669061266_n
Alexandre Cervi em meio à instalação coletiva Ecochic

Além da Oficina, da conversa criativa e da festa de lançamento da nova fase, o nosso Movimento realizou outra importante ação em Cuiabá, que foi sua exposição fotográfica em um local importantíssimo para a cultura mato-grossense, que é o Centro Cultural Casa Cuiabana, que funciona em um lindo casarão em estilo colonial, construído há exatos 200 anos, em taipa e adobe, com alicerces com pedra-canga.

10422309_1716063478675799_8616776622699870456_n
Essa exposição fotográfica apresenta trabalhos de mais de 40 criadores de 18 estados do Brasil, cada imagem representando uma matéria prima ou técnica diferente, e dela fazem parte grande nomes como Marcelo Rosenbaum e Isabela Capeto

O Movimento Ecochic agradece à Cuiabá pela recepção acolhedora, e deseja vida longa à essa preciosa harmonia colaborativa que encontramos na cidade, tão fundamental para o desenvolvimento sustentável e para a construção de um mundo melhor.
Seguimos a nossa caminhada pelo Brasil, unindo nossas histórias, pois juntos e misturados somos mais fortes.

Fotos Rildo Amorim

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s